segunda-feira, 30 de abril de 2012

A Cozinha Francesa na Idade Média - I

É sem dúvida alguma quando falamos de Idade Média que nossas curiosidades se aguçam. Um mundo fantástico e rico de histórias se abre a nossos olhos. Cavaleiros, damas, torneios, Igreja, catedrais, castelos e comilanças. Mas não só isso fazia a História Medieval, tínhamos também muita pobreza, guerras, ignorância e doenças.

É então neste pano de fundo que Senhores Feudais e Camponeses têm uma relação bastante diferente sobre cozinha e alimentação.

Os Camponeses se alimentavam quase que exclusivamente de cereais cozidos em sopas ou em forma de pão, tais quais: trigo, aveia e centeio.




O Pão era também base de toda a alimentação.

Os Legumes entram também na composição das refeições, em particular a couve, e também espinafre e alho poró para purês e sopas


 As Frutas compunham muito mais a mesa dos nobres. O Leite não é largamente consumido o conservavam mais em forma de queijos ou manteiga 


 Mesmo assim, os camponeses alimentavam-se muito precariamente e conseqüentemente sofriam de muitas doenças.



Seria apenas por volta de 1450 que a população melhoraria sua situação com a introdução de carne em seu cardápio com o progresso na criação de animais e o maior conhecimento sobre seu abate e consumo.

No início a Carne era extremamente rara pois a Caça era apenas privilégio dos Nobres e Senhores. Comer mais e melhor eram apenas privilégio destas classes sociais.
Alimentar seu Senhor era a tarefa para a qual os nobres eram preparados desde a adolescência. 


Não se tem documentação rica a propósito do que comiam os camponeses porque é claro que na época, os mais importantes e sobre os quais mais se falavam eram aqueles cujos bolsos eram cheios de dinheiro. Tem-se assim muito mais relatos ou pinturas sobre refeições e grandes banquetes dos Nobres e Senhores.
Eram banquetes aristocráticos, a mais pura representação do poder, servidos com toda uma ordem de pratos e grande quantidade de comida. 
Também figuravam destes banquetes, muitas vezes, músicos e artistas que distraiam os convidados.




obs: clicando nas imagens, você terá informações sobre cada uma delas.

quinta-feira, 19 de abril de 2012

I. A Cozinha na Antiguidade

Com a descoberta do fogo, os Homens puderam grelhar, cozinhar e defumar carnes e peixes.
Com a gradual melhoria do clima e com a possibilidade do Homem Pré-Histórico de se fixar em só lugar, começa-se a fazer a domesticação de animais e dá-se início à agricultura em detrimento da simples coleta, fazem ferramentas e aos poucos recipientes nos quais guardariam água e alimentos.
Com isso até mesmo a saúde desses homens melhora, pois se livraram de algumas doenças causadas pela dieta pobre e crua e até puderam viver alguns anos a mais.

Quando falamos de Antiguidade na França, falamos de um povo amante do vinho e um tanto truculento: os Gauleses. Sim! Aqueles que vemos nas intrépidas aventuras de Astérix.

Os Gauleses são o conjunto de populações celtas que invadiram e se instalaram na antiga Gália, o que hoje corresponde ao território da França, Itália e Bélgica. Instalaram-se neste território mais ou menos a partir de 1.200 a.C.

Os Gauleses são conhecidos pela preparação de embutidos e defumados, gansos, tipos de ragús e principalmente pela caça. Não nos esqueçamos do prato preferido de Obélix: javali!


Também eram ótimos agricultores, desde a plantação de bons
pastos para os animais ao cultivo do trigo, cevada, lentilhas e favas.

Naquela época, a Gália já era uma exportadora de queijos.

Importante dizer que desde a época dos Gauleses, a refeição era tida como uma tradição de convivialidade, socialização, interesse político e celebração.



Alguns sites interessantes abordando Pré-História e os Gauleses.

http://www.lascaux.culture.fr/index.php#/fr/00.xml
http://www.cite-sciences.fr/francais/ala_cite/expositions/gaulois/

terça-feira, 17 de abril de 2012

Pequena História Da Cozinha Francesa

Já faz bastante tempo que eu queria contar um pouco do que eu sei e pesquisei sobre A Cozinha Francesa.
Para quem não sabe, eu sou professora de francês, amo tudo o que se refere à língua e à cultura francesas.
É claro que a gastronomia nunca ficou de fora e certa vez, em conjunto com a escola onde eu trabalhava, fiz uma pequena palestra sobre este tema.
Agregando mais informações, apresentarei para vocês ao longo destas postagens um pouquinho de história e curiosidades...

A Gastronomia pode ser considerada o domínio que abrange o gosto, com seus prazeres e seus desastres!

É o domínio que considera também a ação dos alimentos sobre a moral, a imaginação, o espírito, o julgamento, a coragem, as percepções e até mesmo sobre os negócios do Homem.

A Gastronomia governa nossa vida inteira: desde o choro faminto do bebê até a última refeição de um doente em seu fim de vida.

A necessidade de comer é sobretudo um instinto das espécies. Com o domínio do fogo, vimos o início do conhecimento do Homem de uma nova forma de comer e conservar os alimentos.

Aguardem as próximas postagens para continuarmos esta aventura...

domingo, 15 de abril de 2012

Bolo Cuca de Maracujá

Este bolo nasceu com laranja e bananas. Mas esta adaptação ficou muito gostosa.

Ingredientes

4 colheres (sopa) de manteiga
3 ovos
2 xícaras (chá) de açúcar
2 1/2 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 copo (de requeijão - 240 ml) de polpa de maracujá com sementes
1 pitada de sal
1 colher (sopa) de fermento em pó

farofa

1 colher (sopa) de manteiga
1 colher (sopa) de óleo
3 colheres (sopa) de farinha de trigo
4 colheres (sopa) de açúcar (na próxima acho que colocarei menos)
1/2 colher (chá) de canela em pó

Modo de preparo

Na batedeira, coloque o açúcar, os ovos, a manteiga e bata até virar um creme. Depois, intercale o suco de maracujá e a farinha, bata bem. Por fim, misture o fermento.

Coloque a massa em uma forma grande untada e enfarinhada.

Misture os ingredientes da farofa com os dedos e polvilhe por cima do bolo.

Coloque para assar em forno 180C até corar.

quinta-feira, 12 de abril de 2012

25 Maneiras de usar um lenço

Eu amo usar lenços. Nos tempos de muuuuuito frio, já usei até uma canga super colorida que eu tenho como lenço no pescoço. Deu um belo charme e ficou quentinho!
Achei este vídeo e adorei as maneiras de amarrar lenços. Confira...

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Para a Páscoa de meus queridos amigos...

Click to play this Smilebox slideshow
Create your own slideshow - Powered by Smilebox
This free slideshow design personalized with Smilebox

Por falar em Páscoa... para a mesa ficar mais bonita!









Fonte
http://www.wunderweib.de/dekoundwohnen/dekoundgastlichkeit/themenundanlaesse/bildergalerie-1068036-themen-und-anlaesse/Schoene-Deko-Ideen-zu-Ostern.html